Livro: Para Sempre

Oi meninas! Com o trabalho e a faculdade me sobra pouquíssimo tempo para fazer uma das coisas que mais gosto: ler. Tanto que já faz quase 2 meses que postei a primeira resenha no blog e desde então nada de livros. Eu li Para Sempre final do ano passado, mas como o blog ainda nem exista, acho que tá valendo uma resenha aqui. A história é lindíssima, prova do verdadeiro amor. É baseada em fatos reais e escrita pelos próprios personagens. Inclusive já virou filme, e foi através do filme que resolvi comprar o livro, apesar de que no livro e no filme alguns fatos acontecem de forma diferente.


O Kim e a Krickitt são um casal muito apaixonado, recém casados. E como se casaram de forma muito rápida, meses depois de se conhecerem por telefone, nessas centrais de marketing, ainda estava na fase de se curtirem e se conhecerem, quando um grande acidente interrompe a vida conjugal dos dois. Kim não tem ferimentos graves, mas Krickitt bate a cabeça, fica em coma por alguns dias e até acordar ninguém sabe quão profundos foram seus danos cerebrais. Ela acaba perdendo a memória do último ano, incluindo tudo o que viveu com Kim. Todos dizem que Kim é seu marido, mas ela não lembra dele e mesmo vendo vídeos e fotos do seu casamento, se sente muito incomodada em dividir a casa e sua vida com alguém totalmente estranho. Como saber se ela era feliz, se Kim realmente cumpriu seus juramentos do casamento de a proteger? Apesar de tudo, ele nunca deixou ela de lado, sacrificou sua vida e sua carreira para estar ao lado da esposa amada em todas as circunstâncias, até mesmo quando ela não queria ele por perto. Kim luta até o fim para reconquistar o amor da mulher. As coisas nunca voltam a ser como antes, já que ela nunca recupera a memória perdida, mas o amor que existe entre os dias faz com que mesmo uma amnésia não apague o sentimento que eles cultivaram e que Kim não deixou se perder.


O livro tem as folhas pólen, que são aquelas folhas amarelinhas mais grossas e melhores para ler, por causa da cor bege. Comprei o meu em novembro e ainda tem um cheirinho delicioso sou viciada em cheiro de livro novo. Eu achei a leitura um pouco cansativa no meio, pois acaba batendo sempre em cima da mesma tecla, mas é muito nítido que isso ocorre por não ter sido escrito por um escritor com experiência, e sim por dois leigos no assunto. Mas com isso, a história também conseguiu ser mais fiel e detalhista do que se tivesse sido narrada por alguém de fora. A história é tão linda, que acaba nos envolvendo e mesmo quando a leitura fica um pouco menos fluída, não dá vontade de parar. Por ser uma história real, me deu muitas esperanças de que um amor tão puro, profundo e verdadeiro como o deles ainda existe. É aquela coisa de conto de fadas, de livro, de filme, que sabemos que realmente existiu. Recomendo muito.

Beijos!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Amoo muito livros.

    E quero montar um biblioteca aqui em casa! hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou apaixonada por livros também. Minha futura casa terá um espaço reservado pra eles, um cantinho bem lindo e fofo...

      Excluir